Café com leite não: mulheres nos esportes

por Letícia Gerola

Praticar qualquer esporte que não envolva compras e voltinhas no shopping bem arrumada não é “coisa de menina”. Eles podem até dizer que aceitam, que é legal você querer “ser diferente”, e isso e aquilo. Mas assim, desde que você não seja melhor do que eles. Ou ocupe o espaço deles. Ou faça algo que eles desaprovem. Ou seja você mesma.

Porque você anda de skate só pra chamar atenção. Aliás, você anda mesmo? Porque eu acho que você só carrega ele debaixo do braço. Pois é, caro macho alfa, não estamos aqui a seu bel prazer, e algumas de nós realmente gostam desse esporte que você chama de seu. E se ela quiser só carregar o skate, deixa a mina. Não é como se seus brothers já não tenham feito isso.

Se você está de shortnho, é criticada. “Só quer mostrar o corpo, nem é roupa de skate isso”. Se você sai deboas com seu moletom pra dar o role, olha só, é criticada também! “Desleixada essa heim, aposto que é sapata”.

Tira o seu moralismo do meu concreto, porque a rua é nossa. E a gente não é café com leite nessa pista. Skate é um esporte que exige agilidade, jeito e principalmente muita dedicação, algo que combina muito com a rotina diária de mulheres nessa vida bandida. Não é a sua força de macho que vai te tornar bom nesse esporte, desculpa te falar.

Caí e me machuquei feio, levei dois meses até voltar a andar. Se fosse um homem que tivesse sofrido o acidente, ele seria quase um semideus: anda muito esse cara, mandou a manobra tão alto que quando caiu deu esse estrago, se machucou treinando, puta exemplo. Mas não, eu sou mulher. Eu estava ali brincando com algo que não era pra ser meu, e frágil que sou me quebrei toda. Coitadinha.

Futebol feminino arrasa na copa, ninguém nem lembra. Mesmo quando se está no topo da modalidade, os holofotes nunca apontam para o público feminino. Mas adivinha só, ninguém precisa das suas palmas pra vencer no esporte ou na vida. Enquanto você fica aí lamentando o 7 x 1 e enchendo o saco de skeiteira, elas estão conquistando o mundo.
Quem manda nessa rua agora?

Letícia Gerola: 20 aninhos, doida por natureza, skate por amor e jornalista por descuido.
Letícia Gerola: 20 aninhos, doida por natureza, skate por amor e jornalista por descuido.

Anúncios

o que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s