“Nenhum homem quer mulher gorda” – e daí?

por Brunna Debarry

Você já se olhou no espelho e odiou o que seus olhos estavam enxergando? Bom. Isso é o que, geralmente, a mídia, a sua família e todas as pessoas colocam na sua cabeça: que existe um padrão de beleza a ser seguido e, se não for, você é um nada.

Desde meus 9 anos de idade, aprendi isso da pior forma. Eu me lembro dos poucos momentos em que eu me amava e acordava me achando linda. Mas a vida quis revidar isso da pior forma e me mostrar que não ia ser tão simples assim.

Eu era bem gordinha mesmo desde pequena, e as pessoas zombavam de mim na época de escola. Sempre que eu gostava de algum garoto, eles nunca gostavam de volta. E eu tinha essa amiga de quem todos os garotos gostavam, inclusive os que eu gostava. Se não gostavam, queriam ficar com ela. Por isso, eu cresci achando que eu não era boa o suficiente pra algum garoto gostar de mim, que não era bonita o suficiente pra isso. E eu fui vivendo com isso.

Um dia, conheci o mundo virtual. E eu conheci esse garoto que tinha namorada e que, mesmo assim, dava em cima de mim. Na escola, conversando com essa minha amiga bonitona sobre ele, ela disse: “Por que você não fica com ele?”. Eu respondi: “Ah, não sei, ele tem namorada, né?”. E ela: “Mas pelo menos ele ficaria com você “. Vocês não têm noção de como me senti. Na hora foi “ok”, mas depois…

Minha amiga, dizendo que eu não era boa o suficiente ou bonita o suficiente pra alguém me querer. Com isso, eu passei a acreditar que, se algum cara quisesse ficar comigo, era uma bênção divina. Que eu deveria agradecer por isso, afinal, eu era gordinha e feia, não podia escolher tanto assim. Aí, veio minha baixa auto-estima, minha insegurança e todos os sentimentos ruins que alguém pode ter sobre si mesma.

Em casa, não era diferente. Minha vó sempre dizia que homem não gosta de mulher gorda, homem gosta de mulher magra, bonitinha, meiga. Meu tio dizia que odiava mulher gorda, tem que ser vaidosa (como se ser gora tivesse alguma coisa a ver com isso). Meu avô sempre ofendia pessoas gordas. E eu, mesmo criança, tentava fazer dieta. Deu mais ou menos certo e minhas “amigas” diziam que eu estava mais bonita por ter emagrecido.

Nessa época, eu gostava de um menino que era apaixonado por uma menina linda. Loira do cabelo liso, rosto bem lindo, sorriso lindo e… magra. E minhas amigas, para me ajudar, tentaram achar uma roupa legal para eu usar na escola, arrumaram meu cabelo, fizeram minha maquiagem. Minhas amigas tentavam me fazer mudar pra que, talvez, ele ficasse comigo. Óbvio, isso não ajudou. Mesmo mudando, eu não me sentia boa o suficiente.

Era sempre assim. Eu sempre tentando agradar os meninos com quem eu queria ficar. Minha amiga chegou a perguntar para esse menino se ele não conversava comigo por eu ser gordinha.

Era uma ferida atras da outra.

Entrei em um emprego depois de terminar ensino médio. Eu era menosprezada por não ser magra o suficiente. Um dia, minha amiguinha de lá fez um comentário tão horrível que eu tive que me beliscar para não chorar na frente de todas elas.

Chegando em casa eu chorei, chorei demais. Fui para a academia e me olhei no espelho e queria chorar mais ainda. Fui embora antes do horário e chorei mais e mais, porque eu odiava o que eu via. Eu odiava meu corpo. Odiava meu rosto.

Meu professor de educação física sempre falava que eu precisava emagrecer, porque eu tinha o rosto muito bonito. E aquilo doía, machucava. Porque eu me sentia feia, ridícula, como se nunca fosse arrumar um namorado na vida. Isso deixa marcas, marcas que vêm desde os meus 9 anos.

Eu era apenas uma criança, mas já vivia preocupada com minha beleza, preocupada em agradar homem. Hoje, se eu pudesse mudar o passado, eu teria sido mais criança, e não me preocuparia em fazer regime ou emagrecer. Não me preocuparia em ser boa o suficiente, porque eu era uma criança. Eu precisava brincar, ouvir palavras de amor e carinho dentro da minha família e amigos, e não ser alvo e ódio e preconceito.

Hoje, eu vejo que não preciso agradar macho, não preciso me mudar para ser aceita por homem algum. Porque nós, mulheres, desde pequenas, somos criadas apenas para agradar homem, e não é bem assim. Eu quero me agradar, quero me sentir bonita, quero me achar maravilhosa e se aquele homem não acha, o problema é de quem, mesmo?

Vejo tanto nas novelas, nos filmes e nas séries de TV como eles descrevem mulheres gordas. As gordas sempre têm problemas para se amar, para se aceitar, e tentam de tudo para emagrecer. As gordas sempre querem um amor, nunca beijaram ou então são eternas e tristes virgens. As gordas não param de comer, comem e tem problema em se controlar. E sempre, sempre tem aquela amiguinha que ajuda a gorda a se controlar, mandando ela fazer um regimezinho para ser mais bonita e, assim, arrumar homem.

Gente, não é bem assim. Gordas podem se amar, sim. Gordas podem se sentir bonitas, sim. Sabe por quê? Porque elas são bonitas. Eu sou sou bonita. Tem dias difíceis, claro, em que você se olha e diz: “se eu fosse magra, seria tão mais fácil”. Mas você é unica, lembre disso E você é linda.

Não é porque você é gorda que ninguém te quer ou que ninguém, nunca, vai te amar na vida. Mas lembra sempre: se você não se amar primeiro, quem vai? Eu aprendi isso aos trancos, e vou levar para a minha vida inteira. Eu não nasci pra agradar homem algum. Eu nasci pra me agradar. Gorda. Magra. Somos todas lindas para nós mesmas ❤

12309401_1647553552185308_796397422_n
Brunna Debarry, 20 anos, pretende cursar Gastronomia e adora ler e escrever.
Anúncios

18 comentários

  1. A real é que nem gordas nem magras estamos “bem” o suficiente. Não sou gordinha e não sou magrela, sou magra, mas sempre, sempre escutei minha mãe falando “homem não gosta de mulher muito magra” “homem gosta de ter onde pegar” (acho que ela dizia isso pq eu sempre quis emagrecer, mas isso não muda o fato de que é um discurso para agradar macho) “faz a unha” “passa uma maquiagem” e todo esse bla bla bla. Concordo ctg, temos que ser felizes como nós somos 🙂

    Curtir

  2. Cara, vocês provavelmente nem acreditam, mas pode ocorrer muito com ambos os sexos. Eu sou magro, mas sinceramente, me sinto mal quando vejo meus braços finos. Eu tentei de verdade engordar, mas o máximo que consegui foi só a barriga. Ao meu ver, é até válido lutar pra mudar o corpo, mas só pra si e nem pelo que os outros querem que você seja. Não que você queira minha opinião, pois eu sou macho e o site tem feminismo no nome. Você é linda, mas também tem conteúdo. Não é questão de agradar macho. É questão de sorrir pra si, não pros outros. Você sofreu muito e só você sabe. E eu desejo em dia você sorria sinceramente o máximo que puder, não pra agradar os demais, mas pro seu próprio bem-viver. Bom dia‼

    Curtir

  3. Olá moça… suas palavras me fizeram chorar, você me descreveu tudo o que eu passei e ainda passo ” Já vem lá do berço” como você, eu também sempre fui gordinha e sempre me sentir inferior ás outras meninas… Parabéns por hoje você se ama e admiro muito pessoa q dão a volta por cima … Porque eu infelizmente ainda carrego feridas do passado e isso só me trás muita dor … Amei seu blog parabéns

    Curtir

  4. Você me vez chorar porque você me descreveu .
    E hoje esta sendo um dia muito triste pra mim meu pai me magoou muito,falou tenho uma merda de boca que só serve pra comer que literalmente ele tem vergonha pq engordei de mais e os amigos dele pergunta o porque que sua filha engordou tem um rosto tão lindo e que as vezes ele prefere não sair comigo . isso acabou comigo 😑 ele cismou que tenho que fazer bariátrica mas não sei se e isso mesmo que eu quero .
    Eu sou feliz ,mais em relação ha homens e muito difícil alguem ficar cmg todos prefere as magrinhas.

    Parabéns pelo seu blog e você e muito bonita !

    Curtir

  5. Isso mesmo se aceite e foda se minha irma vivia me falando essas coisas eu tenho efeito sanfona por mais q eu estivese gorda sempre falava pra ela sou linda e pelo menos sou muito feliz, se a pessoa odeia a outra pela estetica ela tem problemas.

    Curtir

  6. Linda vc está certíssima e concordo com vc se a gente não se amar que vai? E isso serve pra todos gordo, magro, esbelto e etc… eu aprendi na dor que nós temos que nós colocar em primeiro lugar e nos amar. Se eu vou ficar solteira por ser gordinha não me importo, pois se alguém me ama vai me amar do jeito que sou. Agora pra ficar com uma pessoa que te coloca pra baixo por causa de sua aparência e melhor fica só do que mal acompanhada… Se eu tiver que emagrecer vai ser por mim e não pra agradar homem… E sim a mim, pois me amo do jeito que sou. E vc é linda!

    Curtir

  7. Sou homem sofri bastante e agora to me liberando não é fácil. Meu caso é ser igual o Tony ramos, com 16 anos. Isso bloqueou e muito minha vida. Agora aderi a depilação a laser e vai melhorar. Sou bonito e com corpo bom.
    Cada um tem um carma físico, o padrão está aí tudo que foge da zona de normalidade é menosprezado . !

    Curtir

  8. sei de varios homens que amam gordinhas mas tem vergonha doque os amigos irao pensar to cansada de beiarem minha boca e nao me assumir

    Curtir

  9. Eu desde de pequena aprendi a não encanar com isso, é claro que já sofri por isso quando menor e eu era magra e feia mesmo todo mundo me zoava eu nunca fui a bonitinha a gatinha, minhas amigas lindas de cabelo liso olhos claros e eu lá a patinho feio, e amigas não inimigas porque me zoaram e riam junto com os meninos mas com o tempo lá prós meus 12 anos eu comecei a mudar pensar mais em mim rir da situação comer mais e ser feliz brincava na rua, ser criança mesmo e sinto saudades dessa época gostosa, com meus 14 anos eu comecei a mudar fisicamente engordei ganhei peito, bunda e comecei a arrumar os cabelos já que estava me interessando por garotos eu ia me arrumar não por eles por mim, e também porque queria meninos arrumadinhos e bonitos então ia fazer por onde e nunca mais tive problemas de auto estima, tem dias que acordo desengonçada outros que acordo me sentindo diva hoje tenho 20 anos não só tão gordinha só uns quilinhos a mais e só feliz negocio é não esquentar a cabeça com a opinião alheia homem de verdade quando gosta assume.

    Curtir

  10. eu tive um namorado que tinha vergonha de me assumir por eu ser gorda, e estou viuva a quase 7 anos e ate agora não tive alguem pra me assumir,não sou feia w nem tão velha , porem sou gorda peso 90 kgs e 1,65 alt o pior não é isso é que pras pessoas toda gorda é gravida. Isso é muito ruim,talvez eu nunca mais ache alguem que me ame como meu falecido marido. Hoje tenho 39 anos,mais desisti de ter alguém ,pois geralmente os homens gosta de gorda somente pra cama ,porém pra assumir ,somente assumi as magras e novas.

    Curtir

  11. Nossa adorei seu post , passei por isso é ainda é difícil me aceitar como sou . Muitas vezes arranho alguém mais ele nunca me assume e eu sempre penso que é por que sou gorda. Triste realidade e ao trancos como citou eu levo a minha vida .

    Curtir

  12. Teve um comentário que vi e a pessoa falou tudo . Homem gosta de mulher gorda na cama , na hora de assumir eles fogem e nos ignora. Meus dois eca namorados foram assim , assumiram porém tinha vergonha de mim , me escondia dos amigos e nunca saia comigo. Sai com um carinha essa semana e hoje ele nem fala mais comigo . Aff

    Curtir

  13. Estou lendo seu texto com lágrimas nos olhos, me descreveu totalmente. Sempre fui gorda, fui uma criança gorda, adolescente gorda e hj sou uma adulta gorda. Fiz de tudo para emagrecer a minha vida inteira. Quando criança (sete anos de idade por aí) comecei a ser levada pela minha mãe a nutricionistas. Sempre quando ia comer algo ou quando falava que estava com vontade de comer algo sempre tinha que ouvir um sermão. Uma vez, quando adolescente, um vizinho meu estava interessado em mim e demonstrava isso, quando meu pai ficou sabendo disse que podia ficar despreocupado porque isso era apenas borburinho mesmo, ninguém ia me querer por ser gorda. Ouço até hoje da minha mãe que o sonho dela é me ver magra. Eu cresci, tenho 26 anos, sou formada em Direito, tenho um emprego razoável, mas não sou realizada. Nunca consegui me aproximar de ninguém para um relacionamento mais sério. Eu afasto as pessoas por pensar que não sou desejável, que ninguém vai querer algo sério comigo por ser gorda. E quando começo a colocar na minha mente que eu sou bonita, que eu me amo como sou, que eu não preciso mudar para agradar ninguém, sempre aparece alguma coisa que diminui minha estima novamente.

    Curtir

  14. Nossa gostei muito me emocionei muito com suas palavras eu tambem ate hoje sofro des de criança eu escuto sempre eu escuto faz REGIME TA MUITO GORDA OLHA CUIDADO TA MUITO GORDA SERIO ISSO E MUITO CHATO

    Curtir

o que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s