Feminismo: a ideia louca de que mulher é gente

por Gabriela Casanova

Tendo em vista o movimento feminista sendo pautado com força neste ano, devemos nos questionar: porque tudo isso está acontecendo?

Muitas pessoas acham que é mimimi de mulher feia, gorda, peluda (adicione aqui mais estereótipos escrotos) e preferem fechar os olhos a entender o que está se passando no entorno. Pois eu digo: isso é coisa de MULHER. Seja ela do jeito que for, é um direito que cabe a ela. E também cabe a você apoiar.

O que pouco se compreende é o que é, de fato, o feminismo. Eu replico para vocês a frase que li em um cartaz de uma marcha feminista: “FEMINISMO: A IDEIA LOUCA DE QUE MULHER É GENTE”

Simples, claro e direto: queremos igualdade.

Sofremos abusos psicológicos, morais, sexuais, verbais, todo santo dia. Se você sentar e conversar com 5 mulheres, as 5 terão algum relato para compartilhar. Ganhamos menos, temos menos direitos, somos julgadas por nossas atitudes e aparência. “Ela só pode ter conseguido este cargo dando para o chefe”; “Olha o jeito que saiu pra balada, como quer ser levada a sério?”.

Queremos que todos entendam que merecemos sair na rua SEM MEDO. Que merecemos o mesmo salário que qualquer outra pessoa, afinal, trabalhamos tanto quanto os homens. Queremos que saibam que também fazemos serviço braçal. Que também entendemos de programação. Queremos que, de uma vez por todas, compreendam que o nosso sexo não nos diminui nem nos faz melhor. Queremos IGUALDADE.

Infelizmente, nossa sociedade é machista e nos ensinou bordões que justificam erros e falhas, como o famoso “só poderia ser mulher mesmo”. São coisas simples que nos mostram diariamente o quanto somos machistas e o quanto precisamos mudar isso.

Não é questão de ser chata, de não saber brincar, de ser feia, gorda, peluda, ou por estar de mimimi: é questão de saber e perceber que está tudo (muito!) errado. E se está errado, precisa mudar.

E o feminismo luta justamente por isso. Você tem certeza de que é contra? 😉

12358293_965100690223957_1992816159_n
Gabriela Casanova tem 21 anos, é marketeira, inquieta e femininja.

* originalmente publicado aqui.

Foto de capa: Alê Rocha

View story at Medium.com

View story at Medium.com

Anúncios

o que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s